terça-feira, janeiro 25, 2005

SOIS O Q SOIS, SOIS ISTO.....( O Sr. eh o último da fila?)

Mosaico de eras, imagens vitrificadas do que não fui e o que me propus a deixar de ser, corredores de fantasias intrinsicas e bastardias abnormais nas esquinas de uma chicago paulista disfarçada em boca do lixo.....estranhas realidades falsas disritmias desencorajando a aventura de nossa esssência, silenciando a alma mater e as aventuras do espírito......ide ao encontro do senhor e, encontrarás o milagre e tenderas a esquecer da face d'quele o Q! o milagrou.....i still belive in miracles!!! just wanna see you face!....encontraras no extase teista a aceitação do fracasso de tua humanidade...o acomodar de tua inquietação e talvez a desobstrução dos intestinos........a palavra possui dimensões dialéticas que nos transportam a mundos dimensionais de diferentes compreendimentos, unicos, banalizados pelo gozo dirigido ao mercado e a indiferente individualidade q nos cerca....fazendo-nos unicos em nossa matrizes, unicos nos 10% q nos diferencia das baratas ...welcome to our nightmare!!!!!.......de planicies e montanhas acercando-se de olhos d'agua aonde o terreno se deteriora bailando em erosão cristalina de lama, sopros divinos e rios suspensos......um lugar d´onde vc escolherá talvez nunca querer sair, mas que terá de ir-se!......there's no way out, nem aqui e nem ali, a verdade se revelará pela Graça e só pela Graça, e ñ pela promessa homofóbica de um amanhã depois daquele verão em 42......an´w´ll shin´n!!!!!!!........ vestes manchadas pelas lagrimas do sangue de uma mãe q ve seu filho assasinado pela peste emocional, torturado pela neurose de expulsão do paraíso, a negação do amor ao próximo e a pieguisse dos poetas menores.....silencio de multidões que se alienam por não quererem se envolver......não tem escapatória, Q nasça,então, o humano, o q erra para poder tornar-se; talvez; -Espiríto!...renascido da humanidade, recomeçando para voltar a aprender ser o Q?....um domingo em Volta Redonda?.....ensolarado com cristalina luz solar e canto de passaros que c borram nas pessoas q passeiam neste domingo legal..manhã nozh ir prá praia (let me tak u to te beach!!!!!...prá, try to see, some Rare Bird's'n'Strange's Passengers!!!!!!!.....38728640/2514.......premiatas e as teorias sobre a mão esquerda!......a proxima mentira será talvez a próxima frase, nhaum seih....nem se o texto terminará? ou se acertarei na pizza. ...não há nada mais q ser inv3ntado, só canções para se ouvir e amores, to feel in vain........coisas, type: love train 3 crazy´s maries...a d1ss1d3nt is h3r3!....a canção não é anarquica eh meio bolo'bolo, luther blisset 3 h4k1m b3y, chega q eu nhaum aguento mais.....a canção liberta de noz o submisso, o mistico e o mecanicista q cerca o agricultor e a promessa da colheita, fogão a gaz e cadilaks de cor de lima_limão, feituh sobert em banquete de carnes raras e vinhos chilenos, seguramente as melhores cepas do paneta; os nazistas acabaram com o vinho francês, o q restou foi o retorno de matrizehs milenares;.............;)........aquele solo andino, vulcanico, vinho taninado, xplendido feito berço latino, (High xplanations 3 serious errous prepotions...) serah q estah merdah tah escritah certuh???????....não entendo de fonetykahs + do queruh dizher feito palavra escirtah erraduh + lida certuh......goiabada"n"x, feito goma escorregadiah de bubblegum'n'banana....tupiniguin minguado e de lingua afiada......cuspindo no chão aonde pisa.....pisando no chão em q xcressou-se........vomitando ser_veja!, xcabrunhado pra olhar de lado mais zoiando di cantu de oio!......brava genticumedorah di klango guizado nah makaxeira, kum corageh di kumeh kxorro!.....fomi bródi, tercer mundo de fronteiras, perseguido por sua universalidade, silenciado pelo seu verbo xcessivo parah os minimalistas mas minimo paras os profilaxistas...e perversos de plantão...naum hah verdades, soh coisas q nos ensinararaum desde kryançâs kuandu aindah bebihamus leite recontistuidu pela engenharia genetika makumunadah n'queles nutricionistas lobistas q pagam propinas em nome do desenvolvimeno da cienciah!.......begging for a litle more ....i still luv'ng u above this years....fuk taht!!!!!!!!......no!, not remains the shame!!!!!!!.......e o q continua o mesmo chamamos de rotina....sem reinvenção feito casamento nas vesperas da boda de prata.....amor transgênico, criado para corações q temem a solidão, acomodados no dia dia e no "boring" noventista.......falsas ideias comprovadas pelas mentiras q nos contam, politikas revisionistas reeleitas pela miseria imposta aos que aguardam agoniados na fila da cesta basica, gente desperdiçando vida e gozo, com compromisso de reeleger corruptos q manipulam os programas sociais, se houvesse menos ganancias jamais seriam necessarios programas sociais.....perder a satisfação eh entregar-se, ao cancer, ao prosac, a drogas e a rabugices, todos precisam aliviar a dor da cifilização e do jogo incorreto dos inoportunos senhores da realidade, divinos defensores da opressiva ordem dos cordeiros......soh o amor liberta e o conhecimento conforta, e a solidão é inegavel a qq coração....feel the pain!!!!!.....feel the luv!!!!!....sentimentos peculiares a nossas inexatas existencias e aos poetas q traduzem a modificação de sentido necessarias à manifestação da emoção, e à rebelião de eros revelando nossos desejos;..... Seculares, opresos desde a fixação das massas e a psicogeografia das aldeias......change your mind, feel the urban noise.....converse com estranhos, encante-se com a vida....caminhe por ruas desconhecidas sem preocupar-se em saber seu nome, ou aonde e´........sinta o cheiro, as cores e o somma local..........reinvente seu dia-a-dia...masturbe-se como um menino encantado com a descoberta do gozo e o calor do beijo na boca......mate o dia como se mata aula pra vadiar no centro da cidade, insurecto á pedagogia escolar...another piece on the "X"!!!!!........sem voz de controle, gazeteyros invetherados comendo pastel de queijo e caldo de cana, sujando o uniforme com gordura paleolitica; nomades apreciando geleia de lingua de cotovia e mel de figos....

quarta-feira, janeiro 05, 2005

FREAK SHOW

Era um corpo, exposto em um mambembe circo, bem ao lado do trem fantasma, disputando de igual para igual o terror da plateia, um grande corpo inchado feito batata esquecida em molho de água por dias, todos percebiam q tinha passado o tempo e as esperanças q ainda existiam iam se perdendo em meio as desaventuras q chegavam com a ida do sol causticante de um verão jã esquecido entre canções pops e festivais neo capitalistas entre os derrubados muros das vergonhas nacionais e duras da policia, na bilheteria um grotesco anão em pernas de pau, já quase do meu tamanho gritava a plenos pulmões:

- Venham todos ver o homem e a mulher q fundiram os corpos na crença das paixões.

....Ao adentrar pela tenda observava-se a densidade do ambiente entre cheiros e vapores de corpos que se deleitavam com as bizzarias do estranho casal, que não chegavam a um ponto em comum e se socavam enquanto batiam com as cabeças em suas próprias testas....a afetividade era representada em falso bem querer e olhares de soslaio de um para o outro, a minima palavra inundava-os e uma estupidez enojante constrangia a todos na plateia....parecia que corações tentavam se libertar daquele corpo, q outrora abrigara gemidos e sussurros nas promessas q presupunham o encontro de almas....os minutos ali dentro passavam-se como anos, e podiamos perceber que muitos outros corpos iam tomando aquela forma, mentiras, cinismos criavam o clima de frustração q assustavam os jovens namorados na primeira fila....q assistiam de camorote o espetáculos das desesperanças amorosas....no olhar de um solitário espectador q parecia idealizar aquele grotesco espetáculo de outra maneira...vitima tb de desilusões se preservara e agora desejava a certeza de um amor tranquilo...tinha no semblante o sofrido olhar das suas desesperanças, tinha no corpo as cicatrizes de todas as suas carencias e apoiado em si mesmo exprimia a nescessidade de colo....porém tentava com todas as suas forças manter-se integro, buscando encontrar não só um gozo de corpo mais tb gozo de cabeças.....nos olhos traduzia a profunda necessidade de um encontro, já não havia porq supervalorizar as perdas, todos os ganhos eram aproveitados para mudar e tornar mais paciente a experiençia adquirida nos ascéticos anos de cárcere....olhos noturnos, desejoso de corpo....mente quieta, silenciosa se ria e se predispunha a ouvir todos as outras daquela tenda....e em um abstrato discurso de entrelinhas conversava com a cabeça feminina daquela desformia andrógina q se expunha ali na sua frente, por mera necessidade de sobrevivencia....em dado momento aquele balofo monte de carne e amor-reativo começa a se separar, gritos, dores e cicarizes se abriam em um dantesto espetáculo, os infernos submergiam em um acerto de contas monogâmico/compulsivo, carregado de perversões e traições....e pra espanto de todos se separaram....explodindo feito fogos de artificio...merda, sangue e miolos para tudo quanto é lado....uma parte ficou perdida pela sala tentando se reestruturar e assistindo junto a todos nós o fundir da outra com o solitário q até então só se traduzia pelo reluzir dos olhos, q agora ilumivam a antes escura e mal cheirosa tenda...e impresionados observamos nascer um só corpo das duas partes antes distantes....unidos pelos fluidos de corpos e encontro de idéias....gozo de estrelas...atravessaram a tenda e sumiram pela estrada rindo-se de si mesmo, e trocando necessidades até sumirem no horizonte de um novo sol q nascia prometendo vida para todos aqueles estupefados espectadores......hoje em dia aquele anão não usa mais pernas de pau e aquele circo suburbano expõe outro corpo de duas cabeças num interminavel show de exquisitices amorosas!!!!!....oh! merci, merci me!