domingo, dezembro 25, 2005

Quimera & The Fuck'ng Bell's Dancers...(From Here To There Eventually!)


Castanha de cajú tostada, nozes à triturar, pinhão,
pinholes, nozes trituradas, floco de avelã
perdido no meio do crème brulè, o jogo em que cada glutão, quer ser o campeão....o presente que todos querem.

Empadinhas de camarão, bolinho de bacalhau, maçãs,
bananas carameladas, figos em calda,
vôngoles e coquiles de bacalhau...á St. Jaques e

folheados de ameixa com bacon,
calcinha de nylon,
club social, petiscos de queijo feta
com azeite e zatar,
tenderes com pessêgos em calda,
cravos e crosta de mel,
pernil à brasileira e,
peru à california, vinho tinto suave,
alguma azia,
guaraná convenção....água de filtro na garrafa

de água mineral com gás.

Pinheiros decorados, lâmpadas piscando estrelas
na folhagem, mesa decorada com porta guardanapos,
porta copos, porta pratos e porta talheres, portas abertas
aos estes compenetrados, solenes, descolados, bebados
insatisfeitos, mau humorados, padecendo de mau hálito,
sofrendo de gases e deslocamento das costelas,
loucos de sede, secos por folia....Todos falando alto e ao mesmo tempo!

Suburbanos misturados com quem nunca veio por aqui,
e que só usam havaianas para andar em casa....
mesmo assim só às compradas na frança, pagas em euros.
bolo de nozes, amarula, golden lake, farofa, café e trufas....
inconformados com a familia,
invejosos à sua imagem projetados,
reconciliadores de última hora e,
um montão de "deixa disso"....cubanos em chama!

festa a toda hora com direito a um barraco qualquer,
bate boca, à boca miúda corre o folklore....
casadinhos, olhos de sogra, beijinhos de coco,
sorvete napolitano, bolinhos de aipim,
mini quiches de alho poró e alguns engovs.....maré alcalina.

axé, pagode, country, gospel, piadas sujas, indelicadezas dos garçons, dor de cabeça, piscina, protetor solar, água de coco, corpos, narcisos, frieiras, micoses,
óculos escuros, olhares sombrios e de soslaio para a bunda das amigas....gargalhadas, abraços, sorrisos e...

.....poesia desnecessária!

Amanheceu!

sexta-feira, dezembro 23, 2005

Every man for himself. (A yellow wolf barking to the moom).


Imagens exibidas como feridas expostas num ambulatório suburbano, em dia de celebração cristã.....bocas seladas pelo lenço de papel comprado as pressas na farmácia da esquina...logo ele; - Do sorrisos das damas: o predileto!...olha que cara de sorte!....seu relógio, não era imitação paraguaia e todos viam-no com legitimo, montado no isolamento do inverno suíço....e nós aqui, fantasiando ursos brancos na terra do bacalhau...santa Klaus!!!!...

O que nos resta a tentar compreender senão, que; só não é escorregadio, como arriscado dançar sobre o gelo fino?...amanhã de manhã, haverá sol e o frio se ergurá aos céus como vapor, a evaporar evanescências emocionais...outro dia outra história a supreender....outras bocas a se calarem ao verbo.....de novo na margem, relembrando histórias, certificando-nos, que por mais que tentemos, elas nunca modifacam-se....nesta pele, o sol dorou a manhã e, a noite ardeu, enquanto; i twist'd in my sweat!.....pedindo que estivesse morto, engavetado numa daquelas gavetas frigoríficas do necrotério local....lost in a legall medical institute....illegal in a gaveta...só não escrevo pior porq vou aprendendo com os mestres, o meu ofício de aprendiz!.....à largar, a pele por esta terra, ou outra, e parir o veneno de minha natureza....rastreando gnomos, encantado por fadas, na fantasia musical celta.....com celteza!...

Perdido no meio do povo da noite, vamos caçando o dia, acompanhando o canto dos rios que gentilmente se misturam aos mares, diante dos olhos que pertubam as águas com sua visão sobre as perfídias dos desencantos amorosos..vitimas do passado...com cicatrizes nos sentimentos; denominado: - mentira!.....

Outros olhos sorrateiros encarando de frente os demonios das dilacerações, desejadas, calculadas para se traduzirem como misérias....here the Mr. Pain e seu auxiliar, anestesista, Doc. FeelGood...assim a manhã nascerá feliz....e hoje, passará como, desengano corriqueiro à nossa existência.

Bocas das quais nunca saborearemos o hálito, passam por nós, mastigando chicletes para esconderem a natureza de seus hummores...gente...só genetica do sonho, mapeamento cognitivo e a eterna incerteza do pai....a gerar o questionamento acadêmico. A ética reformulando-se como deveria reformular-se ao saber da evolução do questionamento sobre si.....só olhos tentando enxergar no escuro o que a luz, nega incendiar...a magia da musica que ressoa pela pele...enquanto olháva-mos o homem pisar na lua...ja faz tanto tempo, que viagens espaciais já não causam mais admiração.....a menos que os foguetes explodam-se....i can see tomorrow, everywhere in a pademonium...diga algo que nos convença e seremos intensos na experiência!!!!!!...aonde estão os escolhidos, senão, apenas, em nossas identificações e o rubescer da face diante do, apenas, elogio. ....histamina'desnortearamelanina?anfetamina'morosa? ....turn us on!!!!

Posso ser anjo ou maledicência em qualquer lábio, ou então: só, o estranho que espera desvendar-se, traduzindo a natureza já reconhecida das kamaradagens absolutas...só o seco da boca, desejando o gargalo do copo: ansiedade pelo gosto de Deus!

Ask me a nigthwalker :
- There's no more tenderness in your finger prints?
I told you:
- This is not a Christmas song!
airguitar: Pandemonium - Killing Joke
- meet'ng devils face to face!

terça-feira, dezembro 20, 2005

Hairstyles'n'atitudes..(justkiding!!!junk mix#33....{PAIN IN ANY LANGUAGE!}

UM LUGAR QUE GOSTARIA DE TER COMO QUINTAL.
(Foto recebida por e-mail)


A tensão escorre pela pele feito a concentração dos jogadores justificando o vicio como um fogo que escorre dos céus de brigadeiro, e, enganam os radares, pregam peças nos controladores de voo...we realy had a blackout...loose the sense, feito chuva magnética descarregada pelo sol, enquanto enfrentamos a fila dos mendigos para cortar os cabelos e comer um prato de sopa feita com o resto do entreposto local, and ear the lord words....enquanto afirmamos estar tudo bem.....na verdade esta tudo uma merda, feito desenganado de doença terminal overdosado de analgésicos, pouco ligando para o inferno pessoal que pós-supoem o desligamento do cordão de prata que mantem o corpo ligado a materia enquanto entramos em estado de frigidez morbida.....crying for chocolate and serotonnine.......folhetins suburbanos tentam disfarçar a tragédia mexicana enlatada do dia a dia enquanto em casa exaustos nos despimos dos encantos que pretedemos lançar aos olhos de quem fantasiosamente pretendemos seduzir seja namorada ou namorado comprometido com a postura de seriedade esperada de cada um de nós, mascaras de nossa devassidão...certezas poligamicas......infelicidade feminina.....a servent of servants......obrigadas a pintarem as unhas e a decorarem os lábios num falso jogo de beleza e exterminio emocional......who needs ya?......when shes washing the children's swaddles...sufferin' for a feeling.....cachorra de boca esperando uma dose a mais alem daquela inserida anus adentro feito supositório anestésico pré rape.....presupondo o enrolar da lingua nas macas do ambulatório com os braços espetados por seringas que conduzirão a glicose e os remedios regeneradores dos espasmos vitais...hellraiser...soon or later u feel this feels......batalhando feito louco por um cigarrinho de palha pelas esquinas de um suburbio sem favelas cheio de aeroportos e aviões de carreira......searchin' for some after midnight...trying a remedy to cure a pain in any language...overdosed for something u don't kwon why......duro esperando q alguém lhe faça uma presença......para q volte-mos para casa e livrarmo-nos do pesadelo das abstinencias e dos mensageiros que ladinamente nos negam os informes das missões q sequer tentaram cumprir.........in a perpetual motion again....do u belive that had life'n'happiness in this side???..sentimentos q só adictos podem compartilhar in a junkyard of a terapias de grupo nos grupos de NA, q ploriferam por ai tentando livrar nos do q pressupõem-se; miséria emocional.....e compartilhar com parentes treinados a não sucubirem com a desgraça pessoal da sobrecarga de serotoninas e endorfinas......vicious u hurt me with a flower...oh! honey you're so vicious..the summer dresse's your desire...feito os cristais que coletamos no tecidos do bolso para nos aliviarmo-nos das dores e das cãimbras indigentes.....e de nossas veias impregnadas por bocas sedentas of a diary sting......descartaveis ou compartilhadas pouco importa somos suicidas...dissidentes da vida carentes de morte....mórbidos em desejos...inconfessaveis em realidades.....tão afinados com a crueza da realidade que calariamos facilmente o mais afetado dos materialistas.......tal a crueza de nossa adquirida doença.....e a vastidão de nossos prazeres.......the rich junk stay alive...quase que à margem da doença q impele-nos a nevagar pelas sombras da noite feito criaturas que esperam as trevas escondidas atras dos black-outs das cortinas que decoram as casas aonde encontramos os suprimentos de nossas carencias....navegando pelas ruas desejando que esta ultima snuff of life nos faça esquecer this needle and the damage gone...mostrando nossos corpos jaziguos nas fotos de um jornal sensasionalista em uma manhã monótona qq...morreu de overdose na porta da oficina mecânica tentando se livrar do cano de escapamento....Jesus build my hot car.......i'm on fire!!!!burnin'n a personal hell!....feito gente tentando seduzir a todos sendo boazinha, subsequentemente inteligente sem barra to hangin' this long-felt want.....sentindo a pele arder feito batata quente dividida de mão em mão dos q se prevalençem do moralismo para venderem as facilidades da lei...u got loose this skin?...mães desesperadas vendendo a alma e a beleza que ainda resta de seus corpos para salvarem seus filhos dos serviços forçados das tinturarias que pressupoem a lavagem de suas almas e a libertação do q eles não querem libertar.....a lei jamais pode favorecer pervertidos......pedofilos e alpinistas adorados por fissurados cagões.......we don't wanna dance......when we lost ours souls in this word and sincerilly unbilive in a kingdom that promises commin'soon....ou em palavras nas bocas de pessoas que supoem estes sentimentos?????.......feitos cabelos rebeldes difarçados de gel fixador e atitudes parecidas com os sentimentos que dividimos.......sempre tem alguem para dividir a identificação de nossa dor.....sempre tem alguem dizendo que entende o que sentimos, pronto a espetar na nossa bunda o sossega leão para as dores que não queremos deixar de sentir.........feito barbeiro impodo-nos o corte de cabelo que não queremos, justificando a sua incapacidade de entender o que queremos de suas tesouras.....pressupondo-se a siccors hands maquiando nossa má aperencia...fazendo nossas cabeças diferentes de nossas necessidades de esquecimento.....incorporando-nos ao dia a dia de nossos opostos.....forçando-nos a afirmar o q jamais concordaremos, no estado normal de nossas crenças....stay out of it!...luv is not a just a kiss away...cum'n all'verybody we gonna have' good time.

say a simple-minded man:...i don't understanding the uncommon!...but i sense, that we need the love reing over all...when everyone need's a proof...(no ones loves without a reason!) or this is just another Naked Lunch?

Carefull that Danoninho, Juliana!

Meu querido danoninho
gosto de ocê bem geladinho.
Cremosinho de morango ou chocalate,
pode ser tambem de côco ou ameixa.
Mas tem que ser bem cremosinho!

Meu querido danoninho
gosto de ocê bem geladinho,
se me pedem um pouquinho,
logo mando ir ao mercadinho.
Vai lá comprar o seu
Pra comer sózinho.

Meu querido danoninho
gosto de ocê bem geladinho.
- Burrrp! Desculpe!
Mas tá muito gostosinho.

domingo, dezembro 18, 2005

Two hearts beats like one!


Quem lê a luz foca a alma!
sempre de alma presente, a luz corta o dia
o dia trespaça a História,
congela o passado
e projeta o futuro
traduzindo horizontes.
Imagem na ação!

Imaginação:

o mundo inteiro
em nossas mãos,
de outras mãos nascerão
o que contraditará o já contradito

de outros olhos leituras

diferentes das mesmas páginas

destas páginas a releitura da luz!


páginas atemporais de um mundo insano
caótico
nos abismos e nas referências mórbidas

o tempo, às vezes, inocente, outras perverso
serve
de guia em algum caminho de luz...

senderos de desventura,
busca desesperada de saída
exasperos adolescentes
feito ardência de tatuagem & ....
gemido seco no escuro....Clarevidência!

Este texto foi escrito pela Leiluka e eu
entre quinta feira e sábado, por e-mail.
a foto que ilustra o texto é dela
e a interferência é minha,

espero que ela goste!

In Margens

air guitar: ATÉ QDO ESPERAR?...pleberude
...esperandu pela'juda di deus!

sexta-feira, dezembro 16, 2005

Heteronormativo

rosa bebê; - menina!
menino; - azul bebê!
pessoa <" / "> binário!
virtual, transparente!

What's your favourite color?

quinta-feira, dezembro 15, 2005

A palavra não ofende.
O que pode vir à ofender
é a contra dança.

A verdade é sempre revolucionária!

terça-feira, dezembro 13, 2005

THE WAY AS HE LIVED, WAS THE WAY AS HE DIED!




Cabe-me o triste destino de informar:
Foi encontrado no fim de semana no IML; o corpo de Jorge Luiz de Souza (Tatú), skatista, jornalista, frontman da banda: Coquetel Molotov, ícone do punk karioka, e... meu Kamarada!

Tatú!

Punks não morrem,
viram ervas daninhas.
Para continuarem a
corroer as raizes
do Sistema!

R.I.P bró!
S_E

http://pt.wikipedia.org/wiki/Coquetel_Molotov

Coquetel Molotov

sexta-feira, dezembro 02, 2005

This man had a gun, and he gonna use it. (Justifing the death deliverance.....like a full xpress dealer.)



Thi´s a portuguese default intenational language, like a virus in a first world soap-opera...a pop art, desmitificou o formalismo bahaus e a falsa ideia de que a humanidade vivia anos dourados, feito as fantasias de “Si” e as quais ele imagina serem as de “Outrem”, pois “Si” cerca-se da certeza de que o olhar de “Outrem” expressa a mesma perversidade, singularizada pela compreenção de q “Si” e “Outrem” entendem tudo sobre o assunto....que fulminantemente os indentifica e os cala como cumplices...... feitos pães de forma saltando das toasters automatizadas que maravilharam as familias antes do radio transistor e do bombardeio de eletrons transmissores de imagem e o advento da tv a cabo e a banda larga.....abusando de andy overdosado de sopa campebell's c/ cogumelos....crendo q é por ai q chegaremos ali, traduzindo-os momentaneamente como aqui!.....como a resposta aos anseios de cada um!...mortos não nos causam enganos, e, os pop ups, desdenham a necrofilia da arte...fucking fú....todos nós temos uma tecnica secreta....and, we wanna play a unknow-game!....suck’ng dry, this river of life!...do u wanna dance?.....Green Peace in power..defense the planet...mentiras marketeiras, dilacerando corações highlanders...insensiveis as aventuras dos novatos descobridores de corredores em meio a linearidade continuada pela crença de q gerações se perpetuarão na retidão q a interpretação da lei do criador traduzir, na boca dos q se dizem ouvidores da Misericórdia...idolatramente idealizada como um velocino de ouro, condenando a crença popular e as lendas que justificarão civilizações, ufos, abduzidos e rock'n'rollers entorno do planeta......adoro humanidade, entendo a profunda
compreenção de Deus em nossos corações, mais não consigo levar a sério os que expulsam demonios em nome do salvador...soul saviors!!!!.......entre roupas cor de rosa, reuniões no clube e i luv lucy no meio da manhã prenunciando a sessão da tarde e os episódios de antes da janta com papai sabe tudo...happy family playing a indoor game......feito erros foneticos que duas linguas insistem em confrontar com labios dissincronicos, talk’ng in diferents languages....usando frases que todos sempre acharam apelativas e xulas.......à desafiar o q os erros evidenciarão como pontos contraditos nas linhas q tento desenhar em confusão mixigenada com as crenças q não são minhas mas q reconheço como de outrens, diferentes daquelas que o conhecimento me faz crer como legitimas e inquestionaveis;..... passo a passo desgustada pelas rebarbas como quem come mingau quente!!!!....queima ele senhor!...the song will be remain the same.....quadro a quadro desmitificando o q todos tentam pintar como realidade, transpondo para o imaginário a reinvenção da realidade...a grande familia e a loucura que se cria em volta para realizar o ideal de cada um, traduzido um amorfo coletivo dramatizar da última ceia e a subsequente expulsão do paraíso!......evidenciado a espécie q salvará as almas em nome de alguém e os remedios que tomaremos para acalmar as angustias dos demonios reminicentes de outras eras, que; penduraram Odin de ponta cabeça nos ressecados galhos dos olmos enrigecidos pelo frio das existencias, e, apagaram o acento luminoso de Ra no meio dos desertos das almas...God Zilla!!!.....feito dentes esculpidos em titânio engolindo raios na fantasia q imagino como minha passagem fulminante pela senda q me levara a uma desintegração desinteressante e totalmente paradoxal com o que sonhei para mim.....that's life!

Say this rapping tongue in a midlle of the road: - No gods, hack’ng me!