domingo, março 30, 2008

Estranhas II

Dias 4, 5 e 6 de abril no Teatro Cacilda Becker, 20:00 hrs.
Rua do Catete, n. 338. METRÔ LARGO DO MACHADO.

Altamente Recomendado

sábado, março 29, 2008

quarta-feira, março 26, 2008

terça-feira, março 25, 2008

Incorporando Psicogeografias

quando a rua é akela, que não é rua?
quando é trilha no meio da mata,
leva aonde?

só cabe um pé de cada vez nos passos
pé ante pé o mundo nos devora.
she sell's a sanctuary!

Air Guitar:
She Sell's Sanctuary
Love - The Cult




a sparkles in your eyes make me alive!

segunda-feira, março 24, 2008

No one will kill bambies!


ninguém matará bamby,
ninguém negará a vida à qualquer um.
ninguém negou antes,
porque haverão de negar agora, depois?

a visão na retina é embaçada
são reações metabólicas que as decifram
binaridade kaótica!
o que seremos se insistirmos
em não sermos o ninguém?

Caramba, talvez um centro fora do meio
meia estória disfarçada de inteira...
uma fotografia de uma cena imóvel
olhando para o absurdo em movimento.

acabou o verão....
é outono!
e, com certeza:
a chuva lavará o asfalto hoje!

Air guitar:
Cracker: Euro-trash Girl



i think it's over!

terça-feira, março 18, 2008

A litlle boy blue with the head on moon!

o mundo é o mesmo,
enquanto me embebedo e
tomo banho de chuva ácida!

tudo o que será dito
ja foi um dia
falado em outros dialetos,
transe no meio do salão e
trânsito na periferia,
tentiva da canção em bater
com a língua nos dentes...
versificar o "fuck u"!

olhar e,
repetir this verses,
à exaustão, frases de novo,
admirando-se com a novidade
monotonamente; quase perfeita.
dia a dia descontinuados
por alvoreceres!,
manhãs mentoladas...

será, que tudo será como antes?


Air Guitar:
Exile on blues street
Otis Taylor - Sweet Black Angel

Comenta aí kara!

domingo, março 16, 2008

Paint It Black



Look inside to see outside!
Look outside to see inside!

terça-feira, março 11, 2008

Wife's Lament

Aqui estou sendo
olhada por seus olhos
e pela névoa de tuas mágoas
fruto da corrupção emocional
que nos assola anunciando o genocídio
de nossas amorozidades,
...afetividades corrompidas
a golpes de estoques num pátio
de um presídio emocional qualquer,
traduzindo as misérias
de nosso amor reativo!

Ai estas me olhando
atrávez das alucinações
de tuas incertezas
exigindo que prove que fiz
o que não fiz,
condenando-me ao limbo
de tua errática arrogância.
...condenada ao engano,
estando eu, certa de minhas duvidas!

agora duvidando de minhas certezas
navego na senda de tuas incertezas
ampliadas sobre o futuro...
um falso marido me escapa entre
os dedos; um entre outros.....
que se foram esquecendo
a promessa de nunca um dia,
desmentir juras de alcova
e das cozinhas perfumadas
pelo breakfeast de noites mal dormidas
aromatizadas de carinho, bacon, ovos
e abduções durante a madrugada.

impregnado pela violência
da incerteza afetiva,
da monogamia forçada pelos contratos sociais,
e as êxtases libidinais
que cercam nosso desprazer.
socialmente disfarçados em cenas afetivas que
ha muito não são trocadas
em intimidade no leito.

aguardo a partida dos nossos sonhos,
e de nossos corpos
...amanhã de manhã talvez seja tarde;
pra dizer bom dia
ou, então lembrar de
levar souveniers!....

Air Guitar:
All Apologies
Nirvana
Plugged Out - Accoustic Compilation



Love's end!

sexta-feira, março 07, 2008

Quasímodos paranóicos



descobrir dos agachados,

que olham nas meninas dos olhos,
os segredos.




Air Guitar:
Handbags and Gladrags

Chris Farlowe

Rock 'n' Roll Soldier - Anthology 1970-2004


“Nós olhamos para o mundo através de janelas nas quais foram desenhadas grades (conceitos). Filosofias diferentes usam grades diferentes. Uma cultura é um grupo de pessoas com grades bastante similares. Através de uma janela nós vemos caos, e relacionamo-lo aos pontos na nossa grade, e assim o entendemos.”

(Principia Discordia, páginas 00049 e 00050)

Fê Nê Ô Rê Dê!




segunda-feira, março 03, 2008