sexta-feira, outubro 28, 2011

Sobre Gavetas.


a ideia era outra nem sei se bem esta. mas, era!
dizia assim sobre falta de subjetividade
carencias de ideias próprias, 
buscando por ai ideias alheias.

a palavra seduzia os dedos à um street dance,
sem prededentes...coisa de gringo,
novamente reinventada..
pagando, atestado p'ra lavousier!

De vez enquirida, a máquina rugia,
ouvia o chamado instintivo.
à uma unica verdade:
crescer, reproduzir e morrer,

Sei que, nas gavetas existem,
cuecas de elástico frouxo
e calcinhas de amantes,
que já me esqueceram.

Dizia-se dele na vanglória,
enlevado de ternura
Sou Lezado!
Mas quebro um galho!