terça-feira, novembro 08, 2005

A face in the mirror belongs to somebody else!


Houve um tempo em que os espelhos eram raros, e foi por um desses dias que um campesino se deu com um espelho no fundo d’uma caixa, maravilhado com a imagem que o observava. Comprou a caixa e levou-a para casa, guardou-a no armário, como sua mais querida preciosidade e, todos os dias, durante horas conversava com ela, resguardava a maior estima por àquele objeto...sua esposa, observava-o conversar com aquela caixa e curiosa foi ter com tal objeto....ao destampar a caixa, aterrorizou-se com a imagem de uma mulher à roubar-lhe a preferência, em profunda tristeza aguardou a chegada do marido para confessar-lhe as dores do envenenamento, prescrito pela imagem na caixa!

- Você me trai! A ti entreguei, o melhor de meus dias e você me trai; com a mulher que habita naquela caixa!

- Não! Na Caixa há um sábio, que me orienta nas decisões ao nosso favor!

Após horas de discussão e da caixa passar de mão em mão decidiram buscar alguém mais sábio para deliberar sobre as conflitantes jurisprudências.

E quando ele, a eles se acercou, entregaram-lhe a caixa e, questionaram:

- Mestre! Diga-nos se, quem habita a caixa é um homem ou uma mulher?

E o sábio sem titubear, olha para dentro da caixa e responde;

- Na caixa, vive um monge!



A quem pertence o rosto na caixa?