quinta-feira, janeiro 26, 2006

Obscuro Conhecimento Da Ciência!

"(...) As descrições dos poetas podem servir para ilustrar o saber, mas elas não podem ficar no lugar dele. Isto seria esquecer a parte de disfarce necessária à arte e seu objetivo de seduzir, de proporcionar ao público certos efeitos de afeto. Quer dizer que a arte se submete ao princípio do prazer, enquanto a ciência se esforça para renunciar a ele:

"Até o presente, deixamos ao escritor a tarefa de nos descrever às condições necessárias para amar que governam as escolhas de objeto das pessoas e a maneira pela qual elas põem as exigências de suas imaginações em harmonia com a realidade. O escritor pode de fato dispor de certas qualidades que o tornam apto a cumprir tal dever: acima de tudo, uma sensibilidade que o torna capaz de perceber as pulsões ocultas nos espíritos das outras pessoas e a coragem de deixar falar seu próprio inconsciente. Mas há uma circunstância que diminui o valor evidente daquilo que tem a dizer. Os escritores estão sob a necessidade de produzir um prazer intelectual e estético, assim como certos efeitos emocionais, e é por isso que não podem reproduzir a matéria da realidade sem modificá-la, devendo isolar suas partes, afastar as associações perturbadoras, suavizar o conjunto e preencher o que falta. Mais ainda, eles só podem mostrar um ligeiro interesse pela origem e pelo desenvolvimento dos estados mentais que retratam sob suas formas acabadas. Em conseqüência, torna-se inevitável que a ciência deva se ocupar dos mesmos materiais, cujo tratamento pelo artista deu alegria à humanidade durante milhares de anos, embora seu toque seja mais desajeitado e o ganho em prazer menor. Estas observações, espera-se, servirão para nos justificarmos por estender um tratamento estritamente científico ao campo do amor humano. A ciência é, afinal de contas, a renúncia mais completa ao princípio do prazer de que nossa atividade psíquica é capaz"."


Sampler:
Sarah Kofman
A Infância da Arte

Air Guitar:
Hunger Strike
Temple Of The Dog

Nenhum comentário: