terça-feira, setembro 05, 2006

Pater Incertus...asking the questions!!!!

Olho as montanhas que se escondem entre as nuvens deste dia nublado, busco a lembrança de dias menos obscuros onde a modernidade ainda não nos havia invadido com o neo liberalismo e a maquina produtiva a nos empobrecer...lembro de meninos pulando sela, jogarem bola e brincarem de médico com as meninas dramatizando o jogo que observavam dos adultos à vera!, super heróis imaginarios, homem trovão, demolidores cegos e toda a inocencia que cercava a promessa de um novo mundo a desenvolver-se na pós era de ouro, desmentindo que papai sabia tudo e que mamãe devia calar a boca....olhava o mundo fascinado, descobria a colagem e as possibilidades de execrar os traumas e laços na expressão das ideias, não havia qualquer conceito, eram expressões desprovidas de conteúdos e racionalizações, eram só ideias de um menino que acreditava no futuro e se via no meio do turbilhão proposto por uma época de questinamento ao mundo e surpreender-se com o clamor das mudanças incineradas em fogueiras publicas....dias de um futuro já passado....Agora, secos como olhos d'água num deserto que não me traduzem nada...i don't mind the stealing bread from the mouths of decadence...i gonna hungry!

Valores se mixam em busca de expansão de consciencia e as convulsões que as novas tecnologias trazem a tona!....a vida tornava-se impressionantemente moderna, as mulheres queimavam sutiãs em praça pública e a pilúla rediscutia a sexualidade patronal, lembro do expanto juvenil ao ver nas revistas de moda as langeries transparentes, a primeira boca em minha boca, e, a idéia de amor livre, tomava-nos de assalto....cercados por planfetárias revoluções...turn on! tune in! drop out!

Olho ao lado não vejo mais nada a não ser o que vi repetidamente por estes anos todos, disfarçadas em mil fantasias, o outro lado da tempestade, o silencio a emudecer os dedos que já não desejam mais this keywords .....play that song!, again , Samm'e!.....apoteoses modernistas calam os classistas e desafiam a ignorância contemporanea...pata xoka, teste de rochard e patti patta à patta!...a história permanece a mesma desde a revolução industrial, a midia cria o fetiche do produto e o fio no patins dos patinadores, pode vir quente que eu estou fervendo......deste lado o xá esfria na xícara e o vinho volta a temperatura ambiente, evaporando seu bouquet ao entorno.

Observar estrelas deve ser tão bom como ver este buraco negro daqui, relativo como a falta de luz...o outro lado em volta circula, entorno do sol ou do umbigo?.......quem revela seu olho esquerdo como os repteis, pássaros & sapos desde girinos ?, é so fechar um olho e enxergar os 180º's que simulam esta metade do panorama...desses labios saírão palavras desacertadas, cantando e celebrando a decadencia de tudo que se propor a decair.....victimas do próprio jogo....bonecos semanticos pintados e descoloridos pelo tempo que se nega a contar histórias, do outro lado das crenças virais.

Desfazer-se de fantasias, entreolhar-se enquanto barbeia the face....esquecer de novo o olhar que os anos desgastaram......zóio di DEUS zoyando por nós, nus nós kósmikos! (aholysinchronicity)!.....home sweet, home!....sem esperanças sem fantasias e plenas de crueldade, sortuna a fantasia diferente às nossas....olhando o mundo com o melhor olho, que disfarça no bolero a má intensão....a tentation lie'ng in the heart!

Qual o sonho que nos move, a fantasia dos fantasmas, a certeza de DEUS, ou a pervesa confusão intelectual a nos enganar a realidade e a nos banhar de sal grosso,arruda e guiné?....tu o quê? tanaka saquê?.....tanaka junior debuta num canal de t.v.!.....diz que não tem bunda e que faz tatuagem p'ra parecer garotão!.....que mundo é esse que nos cerca e nos cria fantasias que as vezes parecem reais como atirar-se ao outro lado descaradamente como quem se suicida.....o arrojo aonde não mais a alma vale, só a vida como protesto definitivo....o silencio violento.....não quero!

Palavras são coisas assim que a gente vai dizendo, lembrando algumas e esquecendo outras...distorcendo o branco com pixeis fonéticos traduzindo frases para maquinas virtuais que renderizam diante dos olhos, as imagens da falação patétika...it'sforyour'seyesonly:

- what u said?, answerin' to my ears?!
- sorry sir!; - i can report this answer for you, in 10 minutes!:
...- or it uses a keyboard #9 for another option.


Air Guitar:
Hunger Stricke
Temple Of The Dog - Temple Of The Dog

No meio da festa infernal, alguém me diz:
- No Kraxá, No Kara!_Evil !

Nenhum comentário: