segunda-feira, junho 02, 2008

Put your mouth in my hell

não diga nada,
não falo a sua lingua!
don't dig it! just,
put your mouth in my hell.

não se atreva,
a sentir pena de mim!
wath a kind
your hell?

então que os bebados
e os incautos,
adormeçam aos pés de Kerberos,
nas portas do inferno!
e que as estigmas não derramem
as lágrimas da redenção.

Visões danteskas,
são aspectos esquizofrenoídes,
paranoídes de libertação
do obscuro!

Quem que te olha
quando tu olha o espelho?
quem fala o teu esperanto!
redundâncias obsecivamente falada.

modernidade,
com o objetivo de ser moderninho
avant garde, bahaus itinerante,
engenharia do planalto central.

'tô botando os porcos para,
passear pela enfermaria.
don't drug me,
analgésicos não curam mais
a dor do arrasto!


Air Guitar:



I Need A Miracle- Grateful Dead

A estória que todos contam
acaba de uma maneira ou de outra;
na última frase!

Nenhum comentário: