quarta-feira, setembro 16, 2009

Nada importa se,
não encher-se de éter,
livrar-se das animas!


desculpa. escapou!


Nenhum comentário: