sexta-feira, maio 27, 2005

"R" (K2 re_mix #999)....this is rock'n'roll, this is a Genocide!

Seekin' for smillin' mouths....perdemos a noção do q nos leva a escutar o q ouvimos, e nos envolvemos no tedio da decadencia q acompanha a banalização de nossas vidas no dia-adia impregnado pela redundancia doutrinária......da simplicidade nasce a ideia revolucionaria, a percepção da mudança naun deve ser perdida em prol a promessa de felicidade, ou de qq analgésico marketeiro e efervecente oferecido pela agora transistorizada, outrora valvulada; caixa de pandora.....a insatisfação é a mãe das mudanças, trazendo do caos a ordenação, e, consequentemente buscando na ordenação o caos, em moto perpetuo para nunca esquecermo-nos da capacidade criativa e a necessidade de expanção q dorme na essencia de nossa natureza......por detraz destas promessas de felicidade soluvel reina uma realidade distorcida q nos rouba os desejos e nos torna submissos a crueldade demonica dos dominadores e formadores de opinião >< pelegos dos donos do poder, diferente do qual verdadeiramente nos foi legado pela tradição ancestral, distorcem estes conceitos, confudem e negam o crescimento, roubando de nós nossas almas, oferecendo-nos pilulas mágicas q nos libertarão do roteiro deliberadamente desenhado; matrix in a red 'n' blue pill!.....follow the white rabbit or feed your needs!......soh curaremos nossa dor pelo q somos, negar isso eh deixar q um outro }"outrem"{; afirme-nos a veracidade do q somos......as terapias, os tratamentos e os mirabolantes "sistemas de auto-ajuda" incutirão ideologias alienigenas a nossa compreenção, relatividades diferentes das de cada um de nós.....é o individual q cria o coletivo......{o coletivo de individuo deve ser sociedade ou bando}......então todos produzimos cultura, o inconsciente coletivo gera a massa pulsante do conhecimento [Kaos}.....o consciente coletivo, percebe-se e ordena {Ordem]////// pulsoes de vida, recriam a ordem de forma kaótica para q o movimento não cesse {Kaos].....the collective of this little subversions, será o q somos....nossa historia, nossa babilonica khulthura.......vivemos num turbilhão de informação e tecnologia totalmente inconciente de nossas proprias possibilidades, relendo mensagens subliminares ou escondendo por traz de mascaras intelectualóides, perdemos a simplicidade de "um" perceber....(p ex.). Então; passamos a buscar fora de noz a capacidade de perceber, passamos a acreditar q ao indentificar-nos q aquilo fará exatamente o q promete-nos, deixamos de lado o senso critico e tomamo-nos do impulso sugerido \Consumers will be accepted and welcome/......e assim a maquina industrial gira devorando naturezas e expulsando-nos de nossas vidas.....alijando nossa expressão....caimos em monotonia e passamos a desinteresarmo-nos de nossas próprias necessidades e; passamos a necessitar de tudo q está em volta......stay out this!.......refaça! "R"!......expresse-se, faça, imcomode-se!.....a reflexão alimenta a alma, if I empty my lies, do I need to bring memories? I apologize......a palavra renascera de cada boca q carrega a essência......de cada promessa prometida antes, a cada suspiro q a gente dah pra ansiar pelo próximo...et oublier ceci...pensar é pulsante, traduzir a eletricidade do pensamento eh revelar nossa forma binaria, /palavra!\, e traduzir ao branco a escrita de nossa falacia!!!!!hehehehehehehe!......:0).......pensar pode ser divertido, eh escutar o q ta dentro e t3c3r!.......vai surgindo, vc vai se indentificando e traduzindo o q vc eh, aprende a se conhecer, ter ideias, questionar e se capacitar à escolher o lado da realidade q + convem, traduzir nossas aventuras por estes "eus" q habitam o inconsciente, tecelões de nós na rede!!!!!!............se não houvesse palavra a lingua não bateria nos dentes,no céu da boca!; e, muito menos nos labios/// no lips, no kiss....no kisses, no sugar!

- Uma Xula Hulla_Ula!
Xula é a palavra Exdrúxula,
q aos ouvidos pula como coices de uma mula

Nenhum comentário: