terça-feira, maio 23, 2006

ANSIT GLORIA ARTIS ('till samplin' herbivore mix #5)

..."os traços específicos das épocas históricas desaparecem diante da ação de certos princípios invariáveis, como a dominação e a troca que existem desde o começo da história. A Dialética do iluminismo situa a origem dos conceitos identificadores num passado bastante remoto. Se "os ritos do xamã se dirigiam ao vento, à chuva, à serpente exterior ou ao demônio no inferno, e não a matérias ou espécimes" (DI, 22), a divisão entre a coisa e seu conceito se introduz já no período animista com a distinção entre a árvore em sua presença física e o espírito que a habita (DI, 29). A lógica nasce das primeiras relações de subordinação hierárquica (DI, 36), e com o "eu" idêntico através do tempo principia a identificação das coisas mediante sua classificação em espécies. "Unidade é a palavra de ordem, de Parmênides a Russell. Continua-se exigindo a destruição dos deuses e das qualidades" (DI, 20): e isto significa que hoje continua atuando a mesma "ilustração" dos tempos dos pré-socráticos."

Link's from:
O "fim da arte"
segundo Theodor W. Adorno e Guy Debord
Anselm Jappe
Referências abaixo no texto integral.Link's from:


Air guitar:
Whisky River
Budgie - Squawk


De novo a água a revelar-se como o gosto de Deus;
'till the river's dry!...

Nenhum comentário: