segunda-feira, maio 12, 2008

Sonhos

eu tive um sonho,
que não era bem um sonho,
tão pouco pesadelo ou delirio.
Era só um sonho!

Inexplicavel como falta de energia
em baterias de carros elétricos garantidos
por anos a fio pela indústria que os certificam.
peça de espetáculo me deixando a pé,
dando defeito; canção ortodoxa
em meio aos paradoxos do dia a dia!

aprisone-me por anos, desfaça meu passado;

negue meu nome a quem pronucia-lo.

diga-lhes que, minha palavra é falsa fonetica,
oculte minhas esperanças,
não se atreva a sentir pena de mim....


Hora do almoço alguns querem feijoada,
outros dobradinha, lazanha ou churrasco
alguns só arroz e outros mamãe eu não quero!
o que fazer diante de tanta adversidade?

tirem-lhes o arroz!
deixem-lhos à deriva,
diga-lhes que deus dará!

Air Guitar:



John Sebastian / I Had A Dream

Vivendo um dia de cada vez!

Nenhum comentário: