sábado, abril 18, 2009

Ceci n'est pas, n'est pas.

macunaíma da cara preta isso não é uma buçeta!
nem ao menos te ofereci a carne de minha pele
para que em fuga a vomitasse num lago!
impregnado de Iaras e olhos d'água.

invisiveis refletindo,
as profundezas de um universo
ainda desconhecido, cheio de transferências,
ledos enganos e certezas de amores em vão!

Coisas futeis à colorirem
de rosa o que dilacera,
antropofagia urbana,
vivenciada.
quem sabe como se supos ...


ou...

como suporia o fiel de alguma
balança, psicometrica,
fauno kulthural a abusar-se de musica
e outras artes menores!

Como, Leonardo a rir-se de Mona:
- Karkará pega mata e come!
Àgua de beber, Karkarah!

Nenhum comentário: